Sair (acesso ao menu principal)

Guia Sirc - Servidores #RESTRITO#

Enviar Arquivo de Movimento

Tal funcionalidade permite ao usuário do cartório a transmissão de arquivo de movimento gerado por carga, ou seja, permite o envio de registros civis agrupados num único arquivo (extensão .mrc).

O layout deste arquivo, bem como especificações do mesmo, estão descritos no Manual de Recomendações Técnicas, na Página do Sirc na Internet, ou através do Menu Ajuda do sistema. 

Acessando a funcionalidade, o usuário é encaminhado para a tela Transmissão de Arquivos de Movimento: 

Nesta tela, o usuário do cartório escolhe o Tipo de Registro, e clica sobre o Browse para selecionar, em Arquivo para Transmissão, o arquivo de extensão .mrc previamente gerado. Em seguida, clica em Enviar Arquivo. 

Como resultado, o sistema retorna ao usuário do cartório o quadro Arquivo Enviado, com o Resumo do Processamento: Quantidade de registros Inseridos, Alterados, Excluídos, Data e Hora do envio, Total de registros, Total de registros processados com sucesso, Total de Erros e Relatórios com as Matrículas dos Registros processados. Veja a seguir exemplo de tela de retorno ao usuário do cartório: 

O usuário do cartório pode clicar em Salvar ou Imprimir Relatório Gerado para obter arquivo em PDF com o Relatório das operações, ou em Salvar ou Imprimir Comprovante Gerado para obter arquivo em PDF com o Comprovante das operações. 

Em caso de divergência entre o tipo de registro no arquivo e o tipo de registro escolhido na tela, o sistema retorna a seguinte mensagem de erro: 

“Erro no processamento remoto do arquivo! Verificar compatibilidade entre o tipo de registro e o arquivo selecionado.” 

Geralmente esse tipo de erro decorre do envio do arquivo constando um tipo de registro, por exemplo, casamento, e na tela foi escolhido outro tipo de registro diferente do arquivo, por exemplo, nascimento. Constará esse tipo de incompatibilidade e indicará o erro acima.  

Neste caso, o usuário do cartório deve verificar onde se encontra o erro (se na seleção do arquivo a enviar ou se na escolha do tipo de registro na tela), corrigi-lo, e submeter novamente o arquivo.  

Outro erro comum no envio de arquivo é não incluir o arquivo em criptografia, ou seja, com a extensão .mrc, conforme indica o Manual de Recomendações Técnicas. 

O arquivo encaminhado pode conter três tipos de operações para os registros e matrículas nele contidos: inserção, alteração e exclusão. Cada tipo de operação realizará a ação indicada. 

Atenção!

É muito comum ocorrerem erros relacionados ao tipo de operação incompatível com a situação atual do registro no sistema. Por exemplo: um comando de exclusão de um registro cuja matrícula não esteja inserida no Sirc apresentará erro, visto que não se pode excluir o que nem existe no sistema ainda.

Assim, são exemplos de erros comuns: 

  • Indicar a operação inserção no arquivo, para um registro corretamente inserido, cuja matrícula já se encontra no Sirc. O sistema somente permite a operação de inserção de um registro e matrícula uma vez. Caso o mesmo registro de mesma matrícula seja enviado novamente com a operação de inserção, o sistema retornará a crítica “O registro civil não pode ser inserido no sistema. Não pode existir mais de um registro com mesma matrícula”. Nesse caso não há o que se corrigir, bastando não encaminhar a matrícula novamente, se inserida corretamente. Caso a intenção seja realizar uma alteração no registro de mesma matrícula (já enviado), o tipo de operação no arquivo deve ser modificado de inserção para alteração

  • Indicar a operação de alteração no arquivo, para registros que ainda não tenham sido inseridos. Caso um registro matrícula ainda não tenha sido inserido no Sirc, o envio de comando de alteração acusará a crítica de “Registro Não Localizado”, uma vez que não há o que se alterar o que nem existe no sistema ainda. Nesse caso deve ser enviada no arquivo o registro com a operação inserção; 

  • Indicar a operação de exclusão no arquivo, para registros que ainda não tenham sido inseridos. A exclusão deve ser feita apenas nos casos de matrículas com dados errados no número da matrícula. Caso seja enviada matrícula com operação de exclusão para registro que ainda não tenha sido inserido, o sistema acusará a crítica de “Registro Não Localizado”, uma vez que não há o que se excluir o que nem existe no sistema ainda. Nesse caso, se o objetivo era excluir por conter matrícula errada, não há ação uma vez que não existe no Sirc a matrícula que se pretende excluir. No envio de arquivo com indicação de operação de exclusão, a matrícula indicada será excluída se tiver sido inserida anteriormente.  

Atenção!

Caso seja encaminhado um arquivo pelo cartório com justificativas de dados faltantes, e posteriormente o registro seja alterado, o Sirc sobrepõe os dados do registro por essa nova versão. Se nesse novo arquivo não forem informadas novamente as justificativas, elas serão excluídas. Assim, quando do envio de uma nova versão do registro, por qualquer meio de envio, a justificativa também deverá ser encaminhada.